INJUSTIÇA , INVEJA , ÓDIO ...

Muita gente gosta do Tokio Hotel, quase tanta como a que os odeia.


Tokio Hotel, acredito que a maioria das pessoas, se ouvir este nome, puxará a página imediatamente para baixo. Por acaso, ainda não sei bem que reação esperar a este artigo. Quatro rapazes que fizeram história. Mostraram que é possível sair da Alemanha depois de Nena e dos Modern Talking, e as suas músicas fazem eu esperimentar coisas que não esperimentar à muito tempo. Eles lutaram por algo que com desde sempre tinham sempre sido criticados. E quando as fãs ficaram do seu lado, faziam isso com a certeza de que também seriam atacadas. Nós, os adolescentes, temos os nossos problemas, e se um adolescente os consegue exprimir através da música, isso irá tocar-nos verdadeiramente, dar algo valioso, algo especial. Porque eles querem tanto encontrar o seu lugar no mundo como nós, conseguem incorporar certas coisas nas suas canções que os adultos não conseguem. Se alguém gosta de Tokio Hotel, será atacado. Pessoalmente, não entendo o porquê. Eu não vou estar com as pessoas falando que não prestam, só porque ouvem disco. Talvez a explicação tenha de ser procurada da histeria em massa que os segue para todo o lado. Mas isso não faz sentido. Lembrem-se dos Beatles! As garotas ficavam doidas, por eles. Acho que se está acontecendo algo de errado com a música que ouvimos. A música electrónica espalhou tanto que agora não sabemos como reagir perante instrumentos de música reais.

E o meu típico diálogo favorito:

-Ei, porque é que gosta do Tokio Hotel?
-Ei, porque é que tu não?

Normalmente a conversa acaba por aqui, nunca tem uma resposta. Eu não me importo se alguém não gostar deles, não vou rejeitar a sua amizade só por isso - mas isto nem sempre acontece quando nos referimos ao outro lado. As pessoas desconfiam deles, porque o vocalista tem "o cabelo preto, parece-se com uma garota e pinta as unhas, o que faz dele gay, claro". Posso enumerar imensas celebridades que também pintam as unhas, ou têm traços demasiado femininos para um homem, mas a qualidade do vocalista nunca está em causa. Penso que este ódio se deve à inveja. Eles mal tinham dezassete anos quando conseguiram lançar a histeria pela Europa. Sabiam qual era o segredo do sucesso: honestidade. Com pouco menos de vinte anos, estão a fazer turnê pelo EUA e a vida que escolheram no início da sua vida adulta não é invejável em todos os sentidos. Acabar a escola e fazer auto-escola, ter guarda-costas 24/7 (nos shows, quase têm de ser carregados ao colo pelos seguranças para dentro do edifício, por causa da louca multidão de garotas que quase os sufocam). Eles fizeram a sua escolha: escolheram os seus sonhos. E nunca se queixaram, depois. Não deixaram o sucesso subir-lhes à cabeça. Quatro jovens que seguiram os seus sonhos e que deram força, a quem quer se fosse que a sua música tocasse, para que também seguisse os seus.
Também me deram força a mim. Ninguém deveria de desistir dos seus sonhos. E afirmo orgulhosamente: eu amo o Tokio Hotel!

1 comentários:

{ B } | 18 de abril de 2009 07:01 disse...

Eu gosto do estilo deles (Tokio Hotel), mas eu nunca ouvi nenhuma música... Não acho pra baixar D': Mas vou tentar de novo :)
Beijos.

Ps.: Vou te linkar também.

http://crepusculo.doceinsensatez.com

Postar um comentário

 

Copyright © 2010 MeninaMá.Com All Rights Reserved

Design by Dzignine